Porto privado argentino no Rio Paraná adota Magic xpi (iBOLT) para projeto de integração de aplicações com SAP R3

  • São Paulo, Brasil
  • maio 3, 2012

A poucas horas de Buenos Aires, antes de chegar à cidade de Rosário, começa o cordão industrial instalado às margens do Rio Paraná, composto por 16 portos de grandes empresas, em uma faixa que compreende 67 quilômetros. Estima-se que este complexo portuário movimenta cerca de US 6.5 mil milhões em exportação, responsável por 68% das exportações argentinas de azeite e 85% de todos os subprodutos e 47% dos grãos. Um destes portos privados, o Terminal 6 S.A, possui entre seus acionistas as empresas AGD (Aceitera General Deheza ) e Bunge e está localizado em Puerto General San Martín e integra o Complexo 6, juntamente com outra empresa do grupo, o T6 Industrial S.A.

Para atender a todas as demandas da gestão dos negócios, que envolve um dos mais importantes complexos agroindustriais exportadores da América Latina, com uma capacidade de recepção diária de 76 mil toneladas de mercadorias e uma capacidade de armazenamento de mais de 1 milhão de toneladas de produtos sólidos e líquidos, a empresa vem investindo pesadamente em infraestrutura de TI e, segundo Enrique Fiorenza, chefe de Tecnologia da Informação, esta evolução é acompanha por melhorias nos equipamentos e sistemas, passando pela implementação de vários módulos do sistema de gestão SAP e por um processo de virtualização das aplicações, que envolveu a troca da plataforma Unix pela Windows. Para garantir a integração entre os sistemas e aplicações, a solução Magic xpi (iBOLT), da Magic Software, foi a escolhida.

Toda esta movimentação, segundo Fiorenza, deu suporte a uma reengenharia dos processos produtivos nos últimos anos, “sempre pensando nas arquiteturas da infraestrutura e nas implementações de software para atender à gestão dos processos”, afirma ele, culminando com os investimentos em um novo ambiente tecnológico de hardware e software em 2010. O primeiro passo envolveu a troca do switch core de conectividade para Cisco; depois houve a adoção da solução EMC (storage), e por último ocorreu a troca de 10 servidores por soluções “blade”.

Na área de sistemas, o Terminal 6 investiu na integração dos módulos do SAP R3 já existentes na empresa para diversas tarefas com outras aplicações, além de incluir as soluções de BI e de gestão de biodiesel (PI Sheet), vendas, expedição (SD), no desenvolvimento Web e da Intranet (a partir do uso do SAP Portal) e uma solução para controle dos empreiteiros. O Magic xpi, segundo Rodrigo Jerez, supervisor de Sistemas e BI do Terminal 6, ficou responsável pela interface de integração entre estas aplicações e os sistemas desenvolvidos internamente, facilitando a comunicação com o sistema de gestão SAP.

 

Informações à Imprensa:

Willians Geminiano | FonteMidiaAmericas

fontemidia@fontemidia.com.br

+55 (11) 3493-0116  – 99869-3943


Exceto por qualquer informação histórica contida, os assuntos discutidos nessa press realease podem incluir declarações prospectivas que envolvem uma série de riscos e incertezas. Em relação à qualquer declaração financeira, resultados reais podem variar significativamente baseadas em um número de fatores incluindo, mas não limitadas à, riscos no desenvolvimento de tecnologia do produto, aceitação de mercado de novos produtos e condições contínuas do produto, ambos localmente ou no exterior, lançamento e venda de novos produtos por consumidores e revendedores estratégicos, e outros fatores de risco detalhados no mais recente relatório anual da Magic e outros arquivos com a Securities and Exchange Commission.

A Magic fez todos os esforçor para assegurar que as informações contidas nessa press release, sejam precisas; no entanto, não há representações ou garantias em relação à essas informaçoes, incluindo garantias de comercialização ou aptidão para um propósito específico.A Magic não se responsabiliza por erros ou omissões que poderão ocorrer nessa press release.

A Magic é uma logomarca registrada da Magic Software Enterprises Ltd. Todos os outros produtos e nomes de empresas mencionados inclusos são apenas para fins de identificação e são de propriedade de, e podem ser logomarcas de, seus respectivos donos.